Os segredos do Stop Motion

Os segredos do Stop Motion

Saiba mais sobre a técnica mais antiga do cinema.

Você já viu alguma animação feita de massinha? Fazem parte da técnica do Stop Motion .

Gosta de produções como O Estranho Mundo de Jack ou A Fuga das Galinhas? Ou se lembra da célebre cena das batalhas em nos episódios IV, V e VI de Star Wars? Apesar de não parecer, tanto a sequência de filmes de George Lucas quanto os desenhos da Disney usam a mesma técnica: o Stop Motion.

­ Stop Motion, ao pé da letra significa movimento parado, nada mais é do que uma técnica que trabalha com o chamado frame a frame, ou seja, várias fotografias de um mesmo objeto ou pessoa para simular seu movimento. É a técnica mais antiga do cinema e animação, sendo também o mais utilizado em produções cinematográficas ate hoje.

Como é feito o Stop Motion?

Nesse frame a frame, são feitas centenas e milhares de imagens ou fotografias (chamadas de quadros) que, quando reproduzidas rapidamente em sequencia, fazem a ilusão do movimento para o filme ou animação. Estima-se que são necessárias mais ou menos 25 imagens para um frame de segundo, ou seja, pode ser considerada uma técnica mais lenta de produzir, mas com um excelente resultado.

Entretanto, hoje, que a falta de tecnologias para efeitos especiais não são mais um problema, as produções em stop motion são feitas principalmente com bonecos em miniatura e é explorada e valorizada por si só.

Como surgiu?

Segundo o Guinness Book, sua primeira aparição na história foi em 1899, na animação Humpty Dumpty Circus, de J. Stuart e Albert Smith, produzido comas bonecas de suas filhas. Mas, infelizmente, as imagens foram perdidas em um incêndio, mas seu legado foi passado adiante.

Um dos precursores do Stop Motion foi o ilusionista francês Georges MélièS, que integrando ao seu trabalho como mágico, começou a utilizar e aprimorar a técnica. Méliès usava o stop motion como um recurso para suas ilusões, como fazendo pessoas aparecerem ou desaparecerem magicamente nas filmagens. Mais tarde acabou se tornando um dos primeiros e mais importantes cineastas, com filmes bastante inovadores e ousados para a época, como seu maior sucesso Viagem à Lua, de 1902.

Ao longo dos anos a técnica foi aprimorada e também utilizada para o avanço de recursos de efeitos especiais, como no filme King Kong (1933) e na animação soviética The New Gulliver (1935).

Mas afinal, quais os segredos do stop motion?

Embora os grandes produtores de Stop Motion tenham um estúdio e os materiais mais modernos, você pode fazer vídeos cativantes quase sem esforço, sabia?

Para criar vídeos em stop motion divertidos e envolventes, você precisa se concentrar em três fases:

Encontrar os materiais para o seu conceito ou cena

Na primeira etapa, você precisará encontrar os materiais certos para trabalhar em seu vídeo de stop motion. Você pode obter grandes  resultados ​​usando blocos e figuras de arame, plasticina ou o próprio Lego. Liberte sua criatividade e use qualquer coisa que você ache que ficaria bem em seu vídeo.

Antes de começar a fazer seu produto final, é uma boa ideia praticar um pouco com o stop motion. Você pode tentar capturar um vídeo de alguém descascando uma fruta, ou alguém desenhando em um quadro branco. Isso permitirá que você tenha uma ideia geral de quantas fotos você deve tirar e se familiarizar melhor com os detalhes de como gravar um vídeo em stop motion.

Preparar a captura

Configurar a cena que você vai gravar é um dos aspectos mais importantes de fazer um vídeo stop motion (quase) profissional. Você precisa se certificar de que sua câmera grava o vídeo corretamente. Configure o foco para ser o mais nítido possível, e faça testes com o foco da câmera. A melhor ideia é tirar suas fotos no modo Manual. Desligue o foco automático para ter controle total de todas as fotos.

Seu objeto de foco é a única coisa que deve se mover no seu vídeo. O fundo deve permanecer estático. É por isso que você deve colocar sua câmera em um tripé e certificar-se de que ela permaneça imóvel no processo. Um pouco de movimento da câmera pode não atrapalhar seu vídeo final, mas muito movimento fará com que o vídeo pareça amador, e não terá o efeito esperado.

A iluminação também desempenha um papel essencial. Não altere a iluminação, pois você vai acabar com fotos inconsistentes no final. O melhor plano a seguir é fechar as cortinas e usar uma fonte de luz artificial. Lembre-se de que algumas lâmpadas levam alguns minutos antes de atingirem o brilho total.

Finalmente, configure a cena que deseja gravar. Certifique-se de que o objeto (bonecos, esculturas, etc) está parado e que você só está controlando seus movimentos ao alterá-los a cada quadro subsequente.

Tirar a foto

Depois de configurar tudo, você pode começar a tirar fotos em sequência. Para obter um vídeo uniforme, você deve mover o objeto apenas um pouco em cada quadro. Certifique-se de que a diferença entre as fotos, como a distância que o objeto está passando, é a mesma entre os quadros. Você não vai querer ter saltos abruptos no filme final.

Dependendo do seu conceito de cena, você pode mover um único item por vez ou capturar vários movimentos simultaneamente para cenas mais complexas.

Dica bônus

Lembre-se de que um vídeo de stop motion é diferente de um vídeo de lapso de tempo (time-lapse). Quando você faz um vídeo de lapso de tempo, sua câmera tira fotos em intervalos predeterminados automaticamente. O tempo entre as capturas de imagem em um vídeo stop motion não é consistente ou regular.

Embora você deva fazer o seu melhor para evitar saltos repentinos entre as fotos, capturando pequenas mudanças, você pode alterar a duração de cada quadro ao editar o vídeo.

Quando terminar de capturar as imagens do vídeo, você pode transferi-las para o seu computador e começar a editar o vídeo, escolha um bom editor de vídeo e mão na massa!

Deixe um comentário
Sobre a DnA

A DnA – DESIGN ‘N’ ANIMATION é uma agência digital e produtora de conteúdo audiovisual que trabalha no desenvolvimento de vídeos, branding e marketing digital.

Siga nossas redes
Posts Recentes