Anúncios pagos e gerenciamento digital

Anúncios pagos e gerenciamento digital

Em algum momento você já imaginou fazer um anúncio pago na internet para o seu negócio? Essa estratégia é amplamente utilizada por empresas e agências que almejam crescer ou gerar visibilidade em um curto período ou, também, em determinada campanha ou produto. A visibilidade gerada pelo anúncio pago pode ser alta se feita e gerenciada de maneira correta.

Quando entramos no universo do Marketing Digital acabamo-nos deparando com diversas estratégias para alavancar o crescimento de uma empresa, e a principal usada em anúncios pagos é a chamada “pay per click” ou melhor dizendo, links patrocinados de pagamento por clique. Segundo a agência digital Ironpaper, o mercado global de anúncios em buscas somou um valor em torno de 90.7 bilhões de dólares, com estimativas de crescimento para 2021 e 2022 de 142.5 bilhões. Esse investimento traduzido em dados financeiros demonstra o empenho e benefício da implementação de uma certa quantia de verba para anúncios pagos no mundo.

Pay per click ou PPC

Para abordarmos brevemente essa estratégia, pensemos que o orçamento empregado em um determinando anúncio é quase semelhante ao número de cliques que você consegue obter nele. Neste caso é comum pensarmos que quanto mais cliques maior o retorno financeiro, fato que na realidade não se concretiza. Se o seu site não tiver um bom posicionamento no Google, não for atrativo e multifuncional, seu retorno será baixo. Além do mais, é importante notar e estabelecer estratégias para a escolha da palavra-chave, que pode variar de valor constantemente, e para o valor de investimento do clique.

Por se tratar de anúncio pago no Google, principal ferramenta de busca no Brasil e no mundo, o seu link aparecerá no topo da página, gerando maior alcance para a sua plataforma. E isso, pelo simples fato da maioria dos internautas sempre preferirem os links que permanecem no topo da página. Através disso, o usuário encontrará com facilidade utilizando palavras-chave relacionadas ao seu link.

“E qual a finalidade dessa estratégia?”

Bom, além de produzir investimento, a probabilidade de você conseguir gerar leads é alta, e através dos leads, futuramente, esses podem se converter em clientes para o seu negócio. Com o monitoramento de uma agência digital, principalmente, você consegue analisar e criar futuras estratégias de anúncios pagos. E lembre-se: o monitoramento é chave nesse processo, pois sem ele, você não conseguirá avaliar se sua estratégia está sendo eficaz, e com isso, perderá investimento e tempo.

Anúncios pagos no Facebook e Instagram?

Sim, isso mesmo. O Facebook e o Instagram também são plataformas em que as empresas podem separar uma quantia do orçamento e investirem em anúncios. E para entendermos melhor, é preciso inicialmente saber quais formatos de conteúdo utilizar em cada campanha e em cada rede ou ferramenta de busca.

Para ilustrarmos esse processo, vamos usar de exemplo uma pesquisa realizada pelo Departamento de Mídias Digitais da Universidade Federal da Paraíba. Neste caso foi usado um anúncio em vídeo, formato bastante explorado no Facebook e Instagram. A finalidade da pesquisa foi desenvolver uma campanha de teste, em que os primeiros 5 segundos de um anúncio em vídeo podem afetar o tempo de retenção de um público.

A conclusão do estudo analisou a impressão dos 5 primeiros segundos do vídeo com alcances variados a depender do público trabalhado. Também observaram que públicos segmentados por interesse no mesmo nicho do e-commerce podem possuir maior tempo de retenção em um anúncio em vídeo quando comparados a um público genérico.

No processo de análise e finalização do projeto, descobriu-se que trabalhar com os mesmos públicos utilizando as melhores versões dos anúncios em vídeo para cada um e realizar ‘lookalikes’ (públicos semelhantes) dentro do Facebook e Instagram Ads, ou seja, criar uma campanha para veicular o anúncio a um público com uma base de dados pré-existente, gera um alcance e retorno positivo para o orçamento desembolsado.

O exemplo que trouxemos aqui traduz 3 principais aspectos de anúncios pagos em uma determinada plataforma: estratégia, gerenciamento e investimento. Percebemos que a estratégia passa pelo experimento de uma campanha ou anúncio teste, para conseguirmos analisar as métricas e adequar da melhor forma para atingirmos os melhores resultados.

Fator orgânico

Pois bem… percebemos que os anúncios pagos em diferentes plataformas se gerenciados e planejados adequadamente geram maior rendimento e visibilidade para o seu negócio, contudo, não é só momentaneamente que você desejará esse lucro, não é mesmo? Por isso, que além de investir em anúncios, você deve empenhar seus esforços na criação de conteúdos orgânicos para o seu negócio.

O tráfego orgânico tornou-se um dos fatores relevantes para as empresas que decidem investir em marketing digital. Esse aspecto é reconhecido por ser considerado um “tráfego passivo”, qualificado, econômico e de longo prazo.

Em comparação com os anúncios pagos, o tráfego orgânico contribui para a redução de custos de uma empresa. Mas, atualmente, mesmo sendo um fator importante para uma empresa, o foco principal continua sendo o investimento no tráfego pago, como podemos notar nos dados citados anteriormente pela Agência Ironpaper.

O problema do budget em anúncios pagos

Um dos grandes problemas enfrentados pelas empresas que estão iniciando sua trajetória no mercado é o orçamento. Na pesquisa que trouxemos acima do Departamento de Mídias Sociais da UFPB, foi verificado a questão orçamentária como barreira para o investimento em anúncios pagos.

Enquanto a carteira está cheia e aberta, os leads e vendas disparam com a estratégia correta e eficaz. Agora, a partir do momento que essa carteira se esvazia, automaticamente seus resultados somem.

Sim, isso é um grande problema para as empresas, mas, focalizar todos os seus esforços apenas na mídia paga, pode colocar em risco a sua empresa. Como dissemos anteriormente a respeito do tráfego orgânico, que, de maneira simples e clara, é uma estratégia benéfica, mas que, não se sustenta apenas por si só, pois o tráfego pago abre espaço para a empresa e seu site no mercado muito mais do que o tráfego orgânico.

Portanto, uma dica sincera e lógica: nunca invista somente em um canal. É importante ter mais de um meio de aquisição para que você não fique refém de apenas um. Infelizmente, é sabido que o problema orçamentário é crucial para diversas empresas, mas ainda sim, a maioria das empresas no mundo dependem do tráfego pago.

Talvez, a lição que fica para todas as empresas, é a estratégia e divisão de esforços para distintas mídias e canais. Você, que está começando no mercado, saiba: nunca, jamais… invista em somente uma mídia. Planeje, crie e reúna-se com sua equipe para delinear cada passo que forem tomar.

Deixe um comentário
Sobre a DnA

A DnA – DESIGN ‘N’ ANIMATION é uma agência digital e produtora de conteúdo audiovisual que trabalha no desenvolvimento de vídeos, branding e marketing digital.

Siga nossas redes
Posts Recentes